Última hora

Última hora

Colômbia: chuvas torrenciais já mataram 138 pessoas

Em leitura:

Colômbia: chuvas torrenciais já mataram 138 pessoas

Tamanho do texto Aa Aa

São as piores chuvas das últimas três décadas na Colômbia e já provocaram a morte de, pelo menos, 138 pessoas.

Esta quinta-feira, o presidente colombiano, Juan Manuel Santos, decretou o estado de catástrofe natural em 28 dos 32 departamentos do país.

A capital, Bogotá, não registava chuvas tão intensas como as dos últimos dias desde 1973. O autarca da cidade decretou na noite de quarta-feira o alerta amarelo. A chegada das chuvas a Bogotá despertou as autoridades para um problema que se vive desde Março no país.

De acordo com a Cruz Vermelha colombiana, as chuvas inundaram aldeias e provocaram desabamentos de terras em quase metade dos municípios do país. As autoridades estimam que haja um milhão e duzentas mil pessoas afectadas.

Mais de 1700 casas ficaram completamente destruídas. Pelo menos 24 estradas do país estão cortadas devido ao risco de desabamento.

Segundo o Instituto de Meteorologia, o cenário deve continuar até ao fim do ano. A época das chuvas foi altamente agravada pelo fenómeno La Niña, ou seja, o arrefecimento das águas do oceano Pacífico.