Última hora

Última hora

Fetos humanos encontrados num templo budista na Tailândia

Em leitura:

Fetos humanos encontrados num templo budista na Tailândia

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia tailandesa encontrou pelo menos dois mil fetos humanos na morgue de um templo budista, em Banguecoque.

Ao que tudo indica, os restos mortais são provenientes de clínicas onde se realizam abortos clandestinos.

No início da semana as autoridades já tinham encontrado os primeiros 348 fetos embrulhados em sacos de plástico e papel de jornal, numa área do templo onde são guardados os cadáveres antes dos rituais de cremação.

As queixas dos moradores, que denunciaram o cheiro nauseabundo proveniente de uma sala do mosteiro, deixaram a polícia em estado de alerta.

“Estamos a averiguar se as cinco ou seis clínicas suspeitas despejaram tamanha quantidade de fetos na altura que alegam tê-lo feito. De outro modo, vamos encontrar quem mais despejou aqui os restos mortais”, assegura o coronel Sombat Milinthachinda, investigador do caso que relançou o debate sobre o aborto.

Várias pessoas que trabalhavam na morgue do templo foram detidas, incluindo uma mulher que se encarregava de levar os fetos, de abortos ilegais, para a cremação, e que acabou por admitiu o crime.

O aborto é ilegal na Tailândia, excepto nos casos em que o parto possa colocar em perigo a vida da mãe ou quando a gravidez é resultado de uma violação.