Última hora

Última hora

Artilharia da Coreia do Norte ataca Coreia do Sul

Em leitura:

Artilharia da Coreia do Norte ataca Coreia do Sul

Tamanho do texto Aa Aa

A ilha sul coreana de Yeonpyeong foi esta terça-feira atacada pela artilharia da Coreia do Norte.
 
Segundo as agências internacionais terão sido disparados mais de duzentos obuses. Há a registar pelo menos a morte de um soldado e dezenas de feridos, entre militares e civis. Três soldados encontram-se em estado grave.
 
Muitos residentes da ilha refugiaram-se em  bunkers.
 
Segundo as agências internacionais os incêndios provocados pelos disparos estarão sem controlo e avançam em vários pontos da ilha. A maior parte dos tiros atingiram uma base militar sul-coreana.
 
O exército sul coreano chegou a ripostar, enviou aviões para sobrevoar a área e mantém-se em alerta máximo.
 
O governo de Seul convocou uma reunião de emergência do gabinete de segurança do país. O banco central da Coreia do Sul também convocou uma reunião de emergência para avaliar o impacto do incidente sobre os mercados.
 
A Coreia do Sul terá enviado uma mensagem a Pyongyong pedindo o fim da provocação. O presidente sul coreano diz que se oporá a um conflito de maior amplitude, mas afirma que a resposta de Seul deverá ser firme.
 
O ministro dos Negócios Estrangeiros afirma que o país pondera levar a questão às Nações Unidas.
 
A Coreia do Norte e a Coreia do Sul estão tecnicamente em guerra há mais de cinco décadas, mas o conflito armado tem sido evitado. Desconhece-se o que terá desencadeado o ataque.
 
A China e a Rússia já manifestaram forte preocupação com a situação e com a possível escalada militar do conflito.
 
O primeiro-ministro japonês pediu aos seus ministros para se prepararem para todas as eventualidades.
 
A ilha de Yeonpyeong está situada a sul da linha fronteiriça decretada pelas Nações Unidas depois da guerra da Coreia, mas situa-se a norte da linha de partilha reivindicada pela Coreia do Norte.
 
Nesta zona ocorreram já graves incidentes navais em 1999, 2002 e 2009.