Última hora

Última hora

Tragédia no Camboja

Em leitura:

Tragédia no Camboja

Tamanho do texto Aa Aa

A dimensão da tragédia no Camboja é grande. Estão confirmadas 339 mortes e 329 feridos, vítimas de uma fuga em pânico de pessoas numa ponte no último dia de um festival religioso em Phnom Penh, capital do país.

As causas ainda estão por apurar. Testemunhas referiram que a debandada aconteceu numa ponte depois de várias pessoas terem sido electrocutadas. A multidão tentou fugir pela ponte que liga uma ilha às margens do rio Tonle Sap.

A maioria das vítimas é mulher. As pessoas morreram esmagadas ou afogadas.

O primeiro-ministro do Camboja reagiu. Hun Sen ordenou uma investigação para apurar com rigor as causas mas descartou a hipótese de terrorismo e pediu à população para se manter calma.

O festival de água Bon Om Touk realiza-se todos os anos e celebra a inversão da corrente do rio Tonle Sap.