Última hora

Última hora

Berlusconi faz escândalo na televisão

Em leitura:

Berlusconi faz escândalo na televisão

Tamanho do texto Aa Aa

As relações entre a comunicação social e poder passam por um período conturbado, na Europa.

O exemplo mais recente vem de Itália, onde o primeiro-ministro, Silvio Berlusconi protagonizou mais um incidente.

Com um telefonema, interrompeu um talk show de televisão e protestou contra as críticas que lhe eram dirigidas, por causa do diferento da recolha de lixo, em Nápoles.

Acusou o aprentador de transmitir informações falsas e pensar que a RAI seria sua propriedade.

“A RAI é de todos os contribuintes italianos”, disse.

Evocou mesmo a sua qualidade de “especialista em televisão”.

Terminou , desligando o telefone com uma violência perfeitamente audível.

A isto, junta-se o tom “íntimo” com que Nicolas Sarkozy se despediu dos jornalistas franceses, em Lisboa, depois de uma conversa “off the record”.

“Até amanhã amigos pedófilos” – foi a expressão usada e que esta quarta-feira saltou para as manchetes da imprensa francesa.

Este caso surpreende pelos termos usados que revelam uma intimidade que ultrapassa o mero informalismo.

Sarkozy e Berlusconi ficam assim sob escrutínio.

São estilos de relação entre poder e imprensa que não tem tradição na Europa.