Última hora

Última hora

Suíça: direita populista volta a convocar referendo contra "ovelhas negras".

Em leitura:

Suíça: direita populista volta a convocar referendo contra "ovelhas negras".

Tamanho do texto Aa Aa

O tema da imigração volta a dominar um referendo na Suíça.

O país vai às urnas este domingo para se pronunciar sobre uma lei que prevê a expulsão imediata de todos os estrangeiros condenados por crimes graves.

Segundo as sondagens, a maioria dos suíços deverá apoiar o SIM defendido pelo partido de extrema-direita SVP que convocou a consulta popular.

“Este referendo é indispensável, pois os crimes cometidos por estrangeiros tornam-se cada vez mais violentos e nós não queremos estas ovelhas negras, têm de ser extraditados”.

A consulta popular é vivamente criticada pelos partidos de esquerda e pelas organizações de defesa dos direitos humanos. Caso seja aprovada, a nova lei não faria qualquer distinção entre crimes graves e pequenos delitos, num país onde um quarto dos habitantes são imigrantes.

Para o líder do partido verde, “trata-se de uma lei difamatória, que marginalisa um em cada quatro suíços que passam a ser potenciais criminosos o que é extremamente injusto”.

O tema da imigração tem sido o principal cavalo de batalha do partido SVP que se tornou no maior partido suíço. A formação tinha sido a responsável pelo referendo que há vários meses proibiu a construção de minaretes no território helvético.