Última hora

Última hora

Costa do Marfim elege novo presidente

Em leitura:

Costa do Marfim elege novo presidente

Tamanho do texto Aa Aa

Os dois candidatos à segunda volta das eleições presidenciais na Costa do Marfim apelam à calma.

Hoje os eleitores escolhem entre o presidente cessante, Laurent Gbagbo e o antigo primeiro-ministro Alassane Ouattara. Ambos têm pela frente o gigantesco desafio de acabar com uma década de violência e de divisões.

Mas o anúncio do recolher obrigatório, contestado por Ouattara, desencadeou violentos protestos da parte dos seus apoiantes. Este sábado, na capital, três pessoas morreram nos confrontos com a polícia.

O recolher obrigatório – que foi antecipado para este sábado e dura até quarta – foi anunciado pelo chefe de Estado-Maior do Exército na televisão. Philippe Mangou justificou que é uma medida para evitar um “estado de insurreição geral”.

Também as Forças Novas, que controlam o norte do país desde que em 2002 tentaram depor o presidente Gbagbo, já disseram que não vão cumprir o recolher obrigatório.

A medida levanta suspeitas sobre a transparência eleitoral, ainda que não se aplique aos observadores internacionais nem aos jornalistas.