Última hora

Última hora

Electricista de Picasso revela "tesouro" com 271 obras do pintor

Em leitura:

Electricista de Picasso revela "tesouro" com 271 obras do pintor

Tamanho do texto Aa Aa

Um electricista reformado do sul de França revelou centenas de trabalhos desconhecidos, do pintor espanhol Pablo Picasso.

Uma colecção de 271 obras, incluindo litografias, pinturas, cadernos de apontamentos e aguarelas, avaliadas em pelo menos 60 milhões de euros.

Pierre La Guennec diz ter trabalhado em casa do artista e alega que os quadros lhe terão sido dados pelo pintor e pela esposa Jaqueline.

De acordo com o jornal espanhol “20 minutos”, o electricista entrou em contacto com Claude Picasso, filho do pintor, para administrar a propriedade das obras que se encontravam na sua garagem, mas este recusou a autenticação.

Ao verificar de que não se tratavam de quadros falsos, Claude apresentou queixa às autoridades, que confiscaram todas as obras.

O administrador do património de Picasso já iniciou mesmo um caso contra o homem por alegada recepção ilegal de obras de arte.

“Não há documentos que comprovem a amizade entre este homem e Picasso. É completamente improvável”, diz Jean-Jacques Neuer, advogado da administração Picasso.

As obras foram pintadas na primeira metade do século XX, o período mais criativo de Picasso, em que muitas das peças foram perdidas.

Entre a descoberta agora revelada encontram-se também raras colagens cubistas avaliadas em 40 milhões de euros, assim como retratos da mulher de Picasso.