Última hora

Última hora

Pequim apoia Coreia unificada

Em leitura:

Pequim apoia Coreia unificada

Tamanho do texto Aa Aa

A China apoia uma Coreia Unificada dirigida por Seul. É mais uma revelação do sítio Wikileaks que iniciou, no domingo, a publicação de documentos secretos da diplomacia norte-americana.

A edição do ‘Guardian’ desta terça-feira sublinha que a “China está pronta para abandonar a Coreia do Norte”. O El País diz que Pequim deseja “assumir o domínio sobre uma península unificada”.

As revelações do Wikileaks surgem em plena crise entre as duas Coreias. Na semana passada, o regime de Kim Jong Il lançou mísseis contra uma ilha da Coreia do Sul. O representante norte-coreano chegou hoje a Pequim para participar na primeira reunião desde o início do conflito.

As notas diplomáticas divulgadas pelo Wikileaks mostram que, para os chineses, Pyong Yang já não é um aliado útil e fiável e que Pequim não pretende fazer nada para impedir a queda do regime após a morte de Kim Jong Il.

A mesma fonte revela também a frustração de Washington face à capacidade de Pyong Yang em enviar armas para o Irão através da China.