Última hora

Última hora

A380: Motores Rolls-Royce com defeito de fabrico

Em leitura:

A380: Motores Rolls-Royce com defeito de fabrico

Tamanho do texto Aa Aa

O motor do avião A380, que há um mês se incendiou em pleno voo, tem um grave defeito de fabrico.

É a conclusão da peritagem do Departamento de Segurança do Transporte Aéreo da Austrália, que ordenou a revisão minunciosa dos motores Rolls- Royce, que equipam os A380 da Qantas.

O problema é uma peça mal instalada que provoca a ruptura de um tubo, levando a uma fuga de combustível que desencadeia a explosão.

Uma falha que pode ser potencialmente catastrófica.

A companhia já avançou com uma requisição judicial que lhe permitirá apresentar uma queixa contra o fabricante britânico, se não houver acordo de compensação das perdas.

Os A380 da Qantas estiveram imobilizados três semanas. A companhia substituiu já quatro motores e poderá ter que substituir mais doze.