Última hora

Última hora

Costa do Marfim suspensa do resultado eleitoral

Em leitura:

Costa do Marfim suspensa do resultado eleitoral

Tamanho do texto Aa Aa

O prazo já terminou e o resultado das eleições presidenciais na Costa do Marfim não foi ainda anunciado.

A tensão é enorme. Ontem um grupo de homens armados atacou uma sede local do partido do candidato da oposição, em Abijan, a capital do país.

Oito pessoas foram mortas e quinze ficaram feridas. Segundo testemunhas, cerca de cinquenta apoiantes de Alassane Ouattara encontravam-se no interior do edifício.

Este homem conta: “Começámos a ouvir tiros às 20.45 e o tiroteio durou cerca de meia hora. Depois de terem matado as pessoas, eles subiram para esta parede e lançaram gás para que nós não pudéssemos ver o que se estava a passar e depois foram-se embora”.

Também ontem, no momento em que um membro da comissão eleitoral se preparava para anunciar os resultados, o documento foi-lhe retirado e rasgado.

Até agora, o país continua a ignorar qual dos dois candidatos ganhou o escrutínio do passado domingo.

A eleição foi disputada entre Laurent Gbagbo, até agora presidente e Alassane Ouattara, antigo primeiro-ministro e deveria ser um passo importante para a pacificação do país.