Última hora

Última hora

Costa do Marfim: Laurent Gbagbo sucede a Laurent Gbagbo

Em leitura:

Costa do Marfim: Laurent Gbagbo sucede a Laurent Gbagbo

Tamanho do texto Aa Aa

Apesar de ter sido derrotado nas urnas, o presidente cessante da Costa do Marfim, Laurent Gbagbo, tomou posse para um novo mandato.

A Comissão Independente de Eleições tinha anunciado a vitória do candidato da oposição, o ex-primeiro-ministro Alassane Ouattara, mas o conselho constitucional decidiu atribuir a vitória ao presidente Gbagbo.

A comunidade internacional e as Nações Unidas tinham felicitado o vencedor nas urnas e apelado ao respeito pela decisão dos eleitores, mas Laurent Gbagbo conta com o apoio do exército.

A situação é muito tensa na Costa do Marfim. Na última semana, pelo menos quinze pessoas morreram, em confrontos entre grupos de opositores.

Na cidade de Bouaké, no norte do país, assim que foi conhecida a notícia da tomada de posse de Laurent Gbagbo, os apoiantes do candidato Alassane Ouattara sairam à rua em protesto.

Horas antes, o antigo primeiro-ministro tinha assumido a vitória, numa conferência de imprensa:

“O representante especial do secretário-geral das Nações Unidas certificou o resultado proclamado pela Comissão Eleitoral Independente, que me declara vencedor da eleição presidencial…. Eu sou o novo presidente eleito da Costa do Marfim”.

Ninguém ousa fazer previsões do que pode passar-se a seguir. O país está em suspenso há uma semana…

“Estamos muito preocupados com a situação. Imagine, desde segunda-feira que ninguém trabalha. A economia está parada. As pessoas não vão trabalhar e isso é preocupante”, afirma um cidadão.

Em Abijan a vida parou. Os serviços não funcionam, as lojas e os mercados estão encerrados.