Última hora

Última hora

Parlamento britânico aprova aumento de propinas em clima de violência

Em leitura:

Parlamento britânico aprova aumento de propinas em clima de violência

Tamanho do texto Aa Aa

Apesar da contestação, o parlamento britânico aprovou com uma maioria de 323 votos a favor e 302 contra, o polémico projecto de lei que prevê um aumento das propinas universitárias.

Ainda assim, vários deputados da coligação entre conservadores e liberais-democratas manifestaram o desagrado com a proposta na hora do voto.

Nas ruas de Londres, milhares de estudantes e professores vindos de vários pontos do país concentraram-se junto ao parlamento britânico e outras zonas circundantes.

O protesto é controlado por um forte dispositivo de segurança, com centenas de polícias equipados com capacetes e veículos estacionados nas ruas.

Apesar dos apelos em nome de uma manifestação pacífica, os confrontos com a polícia já provocaram alguns estragos. De acordo com a BBC, vários manifestantes foram detidos e pelo menos dois agentes ficaram feridos, um dos quais com gravidade.

A polícia usou uma táctica fortemente criticada nos últimos tempos, de forma a conter os protestos dentro de um cordão de segurança.

Esta é já a segunda semana de revolta estudantil. O governo de coligação entre conservadores e liberais democratas diz que o aumento das propinas é necessário para ajudar a financiar o Ensino Superior.

Actualmente os estudantes universitários pagam 3840 euros de propinas anuais. Com as alterações previstas passarão a pagar seis mil euros e em alguns casos 10,5 mil euros.