Última hora

Última hora

Jim Morrison perdoado por performance obscena 40 anos depois

Em leitura:

Jim Morrison perdoado por performance obscena 40 anos depois

Tamanho do texto Aa Aa

Ícone da música rock, o cantor Jim Morrison, falecido em 1971, recebeu um perdão a título póstumo por alegada performance obscena durante um concerto em Miami.

O vocalista dos “The Doors” tinha sido julgado e condenado à prisão há 40 anos, por causa de um comportamento impróprio, negado pelo cantor e por muitos dos fãs.

Agora, um Conselho de Clemência da Flórida aprovou por unanimidade o pedido de perdão do governador Charlie Crist, que atendeu aos apelos dos admiradores de Morrison.

“Démos uma oportunidade a este filho da Flórida, cujo trabalho foi relevante e tem esta mancha no percurso, se assim se quiser dizer, por causa de uma coisa que pode ou não ter feito quando ainda era basicamente uma criança”, disse Charlie Crist, governador da Flórida.

Acusado de simular uma masturbação durante um concerto, Jim Morrison nunca chegou a cumprir a pena de seis meses de cadeia.

A morte desta lenda da música, a 3 de Julho de 1971, em Paris, continua a despertar inúmeras interpretações.