Última hora

Última hora

Unidos no objetivo mas divididos no caminho

Em leitura:

Unidos no objetivo mas divididos no caminho

Tamanho do texto Aa Aa

Os líderes europeus vão fazer tudo para manter a estabilidade da zona euro e no Conselho Europeu que terminou esta sexta-feira quiseram transmitir imagem de grande unidade, mas há divergências.

Os 27 aprovaram alterações ao Tratado de Lisboa que permitem a criação do fundo permanente de resgate financeiro, no entanto evitaram o debate formal sobre a emissão de títulos de divida europeia conjunta.

Apesar de haver uma divisão na forma, todos estão de acordo de que é preciso fazer mais. “É preciso sem dúvida ir mais longe mas esse é o trabalho nas primeiras semanas do próximo ano, para instituir uma governação económica da zona euro e convergência de políticas económicas, avançou Nicolas Sarkozy.

A emissão de euro-obrigações foi proposta por Jean Claude Junker, primeiro-ministro luxemburguês e presidente do Eurogrupo.

“A direção do debate não é grande surpresa para mim. Perante o conselho, aqueles que estão de acordo com as grandes linhas daquilo que eu propus mostraram a sua posição, os que se opõem ferozmente a esta ideia não deixaram de declarar o seu ponto de vista. É uma ideia que está a seguir caminho e que um dia verá a luz do dia. Veremos”, sublinhou.