Última hora

Última hora

Alemães tiveram sapatinho recheado

Em leitura:

Alemães tiveram sapatinho recheado

Tamanho do texto Aa Aa

O Pai Natal foi particularmente generoso na Alemanha, este ano. A maior economia da Europa deu mais uma prova de estar a saír da crise, com a publicação dos números do comércio na época natalícia.

Os alemães gastaram a maior quantia em prendas desde 2005.

Ao todo, nos meses de Novembro e Dezembro, os alemães gastaram 77 mil milhões de euros. Agora, vem a época de trocas de prendas: “Comprei um baralhador de cartas para o meu avô, mas ele não gostou, por isso vim aqui trocar por um cheque-prenda”, diz uma consumidora.

Os cheques-prenda parecem ter tido um grande sucesso este Natal e representaram uma em cada duas compras feitas durante a época natalícia.

Os números foram agora divulgados pela associação alemã de retalhistas, que diz que a maior parte desses cheques-prenda vai ser gasta durante esta semana.

“Estamos muito optimistas para 2011. Por um lado, há números positivos vindos do mercado de trabalho, por outro, há um bom clima de negócios, de uma forma geral, o que beneficia tanto os consumidores como os retalhistas”, diz Kai Falk, presidente deste organismo.

Nem a neve travou esta onda consumista e parece que está mesmo a beneficiar as compras, já que os esquis e trenós estão entre os produtos mais procurados. Alguns artigos, como luvas ou pás para a neve, chegaram mesmo a esgotar.

No que toca à alta tecnologia, a estrela foi o iPad e produtos semelhantes. Foram vendidos quase meio milhão de exemplares.