Última hora

Última hora

BP faz balanço trágico de 2010

Em leitura:

BP faz balanço trágico de 2010

Tamanho do texto Aa Aa

A BP despede-se de 2010 como aquele que foi, provavelmente, o pior ano da história para a petrolífera. O desastre no Golfo do México, que ocorreu em Abril, fez e continua a fazer perder ao grupo britânico milhares de milhões de euros.

A explosão de uma plataforma, e consequente derrame de petróleo fez também caír a pique as acções da BP: “Muitos investidores ficaram nervosos, porque a BP é uma empresa muito importante, uma das mais importantes do Footsie 100, e além disso é uma empresa que paga dividendos”, diz o analista Greg Smith.

Só entre 20 de Abril, data do desastre, e 1 de Junho, os papéis da BP caíram 17%. As quedas continuaram até meados do Verão e só então começaram a recuperar.

Além de ter sido a maior catástrofe ambiental da história dos Estados Unidos, nas palavras do presidente Barack Obama, o desastre foi também a maior catástrofe financeira de sempre no sector.

A BP continua a fazer contas, mas pode ter perdido mais de 100 mil milhões de dólares.