Fechar
Login
Por favor, introduza os seus dados de login

Skip to main content

A Grécia pretende instalar uma barreira na fronteira terrestre com a Turquia, principal ponto de entrada de imigrantes clandestinos na União Europeia.

As modalidades exactas não são ainda claras, mas a Comissão Europeia já reagiu. Bruxelas manifestou reservas. Considera que é uma solução a curto prazo, que não permite resolver o problema de forma estrutural.

A barreira poderá azedar as já difíceis relações com a Turquia, com quem os europeus tentam concluir um acordo para reenvio de clandestinos.

O projecto foi revelado no final de dois mil e dez pelo ministro grego da Imigração. Christos Papoutsis diz que “a sociedade grega atingiu o limite de acolhimento de imigrantes ilegais”.

Atenas, criticada pela ONU pela sua política de asilo, tinha lançado um pedido de ajuda aos parceiros europeus. A União Europeia respondeu através da Frontex. Em Novembro, a Agência europeia de controlo das fronteiras mobilizou, pela primeira vez, 200 guarda-froteiriços para patrulhar junto do rio Evros. A missão foi prolongada até início de Março.

Copyright © 2014 euronews

Mais informação sobre