Última hora

Última hora

Calma de volta à Argélia

Em leitura:

Calma de volta à Argélia

Tamanho do texto Aa Aa

Hoje, dia de descanso semanal, a cidade de Argel apresentava um aspecto aparentemente calmo, depois de dias de grande agitação.
 
Na quinta-feira, tanto a capital como as principais cidade do país foram palco de violentas manifestações anti-governamentais.
 
Houve variadíssimas explosões de pequenos engenhos artesanais e carros incendiados.
 
A poícia usou gás lacrimogénio, para dispersar as manifestações.
 
As instalações da Renault, no bairro de Annacer-Diar el Afia, na capital, foram incendiadas.
 
Um manifestante diz que já não acredita no Governo:
 
“Nós não aceitamos este governo porque temos sofrido muito, ao longo de 10 anos e vêm aí mais 10 anos e nada mudou”.
  
Os incidentes foram particularmente graves na zona do aeroporto, afectando os respectivos acessos e ainda a vida de um hotel e de um dos mais frequentados centros comerciais de Argel.
 
A universidade, situada no mesmo bairro, esteve encerrada, durante todo o dia de quinta-feira.
 
A maioria das ruas desta zona foi bloqueada.