Última hora

Última hora

Tunísia: repressão de manifestações juvenis provoca dezenas de mortos

Em leitura:

Tunísia: repressão de manifestações juvenis provoca dezenas de mortos

Tamanho do texto Aa Aa

A oposição tunisina apela o governo a pôr fim à repressão das manifestações de jovens que já provocou pelo menos duas dezenas de mortos no país este fim de semana.

Segundo a oposição, as vítimas foram abatidas a tiro pela polícia nas povoações de Kassarine e Thala, onde prosseguem as manifestações.

O governo fala de oito vítimas mortais na sequência do que chama de “ações de vandalismo contra lojas e edifícios públicos”.

Entrevistado pela Euronews, um membro do partido progressista, em Kassarine, Mohamed Taher Khadraoui, afirma que, “18 mortos deram entrada no hospital da cidade. O hospital está sobrelotado, uma vez que há mais de sessenta feridos e falta pessoal médico. O número total de vítimas poderá ultrapassar os 40 mortos”.

O suicídio, por imolação, de um vendedor ambulante tinha originado o movimento de protesto contra o custo de vida e a corrupção, no dia 17 de dezembro.

Dezenas de pessoas manifestaram-se ontem, em Paris, para denunciar a censura e repressão sobre ativistas e internautas detidos, nos últimos dias, pelo regime.

Os jovens constituem 70% da população no país, assim como na vizinha Argélia, igualmente abalada por uma vaga de protestos similares.