Última hora

Última hora

Líbano: Ministros do Hezbollah provocam a queda do governo

Em leitura:

Líbano: Ministros do Hezbollah provocam a queda do governo

Tamanho do texto Aa Aa

Após terem dado apenas algumas horas ao primeiro-ministro para se abster de apoiar o Tribunal Especial da ONU para o Líbano, onze ministros do movimento xiita libanês e seus aliados demitiram-se, provocando a queda do governo de unidade nacional de Said Hariri.

De acordo com as investigações, o tribunal das Nações Unidas deverá implicar o Hezbollah no assassínio do ex-primeiro-ministro, Rafic Hariri, em 2005.

“Infelizmente o nosso esforço acabou num beco sem saída devido à pressão dos Estados Unidos e à incapacidade do outro partido para superar essa pressão” afirmou Mohamed Fniesh, um dos ministros demissionários.

Said Hariri, que foi recebido hoje por Barack Obama, está nos Estados Unidos para uma série de encontros, nomeadamente com Hillary Clinton e Nicolas Sarkozy, também de visita a Washington.