Última hora

Última hora

Pressão sobre piloto responsável por acidente de avião de Kaczynski

Em leitura:

Pressão sobre piloto responsável por acidente de avião de Kaczynski

Tamanho do texto Aa Aa

Cabe à Polónia a responsabilidade pelo acidente aéreo que matou o presidente Lech Kaczynski em Abril do ano passado.

É a conclusão retirada do relatório final das investigações conduzidas pelas autoridades russas.

Altos responsáveis polacos terão pressionado o piloto para aterrar apesar de condições climatéricas bastante adversas.

A tripulação terá ignorado o sistema de alerta automático do aparelho – como pretende demonstrar uma simulação apresentada em Moscovo – bem como as recomendações dos controladores de tráfego aéreo russos.

Um membro da Comissão Interestatal de Aviação diz que “a frase ‘Ele ficará furioso’ [registada através das caixas negras] é prova da difícil situação psicológica” do piloto, que esperaria por isso “uma reacção negativa do mais importante passageiro”.

Uma referência ao presidente Lech Kaczynski, que já no passado tinha despedido um piloto por precisamente se recusar a efectuar uma aterragem perigosa.

O relatório apresentado em Moscovo denuncia ainda “insuficiências significativas na organização do voo e preparação da tripulação”.