Última hora

Última hora

Tunisinos em França apoiam protestos na Tunísia

Em leitura:

Tunisinos em França apoiam protestos na Tunísia

Tamanho do texto Aa Aa

A comunidade tunisina em França manifesta apoio ao movimento de contestação social que agita a Tunísia.

Em Paris, frente à embaixada da Tunísia, centenas de pessoas gritaram palavras de ordem contra o presidente Zine El Abidine Ben Ali no poder há mais de duas décadas.

“Não podemos viver num país cujo governo foi eleito com a falsificação de votos. Temos o mesmo presidente há mais de vinte anos. Enquanto o milagre da economia operava as coisas iam andando, as pessoas podiam viver, mas agora já não se consegue esconder a miséria social em que os tunisinos vivem. Precisamos de respostas de um estado democrático e de lei”, diz uma manifestante.

A agitação dos últimos dias causou 21 mortos, segundo o governo, as ONG’s apontam 50.

Ns últimas horas o caos intensificou-se em Kaserin localidade pobre a 290 km ao sul da capital.

A noite ficou marcada pela violência, por disparos de franco-atiradores, roubos de lojas e residências, um cenário que confirma a determinação da população em manter o protesto iniciado a 17 de dezembro.

O movimento foi desencadeado por um jovem comerciante que se imolou para denunciar o abuso de poder da polícia que lhe embargara a mercadoria privando-o de trabalhar.

Escolas e universidade encontram-se encerradas e a situação não dá sinais de acalmia apesar das promessas do governo em criar 300 mil empregos daqui a 2012.