Última hora

Última hora

Sleimane pede que governo mantenha funções até à formação de novo executivo

Em leitura:

Sleimane pede que governo mantenha funções até à formação de novo executivo

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente libanês encarregou o governo de Saad Hariri da gestão dos assuntos correntes até à formação de um novo executivo.

O primeiro-ministro libanês chegou hoje a Paris. Hariri estava nos Estados Unidos quando recebeu a notícia da demissão de onze ministros do Hezbollah e de formações associadas ao movimento xiita. A saída de mais de um terço do governo de unidade nacional fez cair o executivo.

O presidente Michel Sleimane deve agora conduzir difíceis consultas com os diferentes grupos parlamentares para designar um novo primeiro-ministro.

Em Beirute, um libanês diz esperar que “seja formado um novo governo, que as consultas decorram de forma normal e que o processo político siga em frente”, para que o país “não volte à instabilidade e aos confrontos entre a população”.

Outro diz-se “otimista de que não haverá confrontos, como preveem certas pessoas” e acredita que “será formado um novo governo”.

A crise está ligada ao assassinato do ex-primeiro-ministro Rafic Hariri em 2005.

O tribunal encarregado de julgar os responsáveis pela morte do pai de Saad Hariri é acusado pelo Hezbollah de estar a soldo de Israel e dos Estados Unidos.