Última hora

Última hora

Austrália: solidariedade depois da tormenta

Em leitura:

Austrália: solidariedade depois da tormenta

Tamanho do texto Aa Aa

A solidariedade é a palavra de ordem em Brisbane, no rescaldo das piores inundações dos últimos anos. Este fim de semana são esperados seis mil voluntários para limpar a terceira maior cidade da Austrália.

Mais de 26 mil casas foram inundadas. As autoridades estimam que o custo da reconstrução chegue aos cinco mil milhões de dólares.

Um voluntário diz: “Ainda bem que não estou na mesma situação e quero fazer tudo o que puder para ajudar os sinistrados. Isto aconteceu em 1974, a mesma coisa, com lama em todo o lado. Muitas pessoas não tinham seguros de habitação já que as companhias não cobrem as inundações. Por isso, perderam tudo.”

Entretanto, continuam as operações de buscas, reforçadas pela chegada de 1200 soldados, o maior contingente utilizado no país desde as cheias de 1974.

As autoridades confirmaram a morte de, pelo menos, 16 pessoas desde segunda-feira. Apesar de coberta de lama e de luto, espera-se que a cidade reabra as principais estradas na próxima semana e volte a ter eletricidade até domingo.

O pior parece ter passado, constata a enviada especial da Euronews: “O nível das águas baixou. Várias das pessoas deslocadas puderam regressar a casa. Sente-se um grande espírito de solidariedade: voluntários, vizinhos, todos juntos meteram mãos à obra para libertar as estradas e as casas da lama.”