Última hora

Última hora

Egipto : Analista político comenta possível paralelismo com situação na Tunísia

Em leitura:

Egipto : Analista político comenta possível paralelismo com situação na Tunísia

Tamanho do texto Aa Aa

No Egipto, após a notícia do Presidente tunisino deposto, há quem acredite que o mesmo pode acontecer no seu país.

A vitória da população tunisina motivou a reacção de um grupo de jovens egípcios que ambicionam o mesmo.

Na Internet a divulgação de imagens e histórias do que se passa na Tunísia está mais activa.

Gouda Abdel-Khalek é um especialista em economia e política egípcio.

Considera que a liberdade informativa actualmente existente no Egipto poderia de certa forma controlar uma explosão de protestos da população, mas se o governo egípcio não resolver problemas como o desemprego, a inflação, a corrupção e a má distribuição de rendimentos, essa mesma liberdade controlada poderá não ser suficientemente forte para impedir este tipo de protestos, se vierem a acontecer.

São vários os bloggers, na Internet, que apelam à solidariedade com o povo tunisino, assim como sugerem manifestações de protesto contra a actual situação no Egipto

O correspondente da Euronews no Egipto refere que especialistas políticos afirmam que uma situação de revolta popular, semelhante à verificada na Tunísia, não parece viável de acontecer devido à limitação de liberdade.

No entanto, acreditam também que as redes sociais e a Internet em geral, podem acabar por fornecer informação à população que os faria ultrapassar a pequena margem de liberdade informativa a que estão habituados a ter.