Última hora

Última hora

Dez presumíveis etarras detidos em Espanha

Em leitura:

Dez presumíveis etarras detidos em Espanha

Tamanho do texto Aa Aa

Pelo menos 10 pessoas foram detidas, esta terça-feira, em Navarra e no País Basco. As detenções sucederam-se a uma operação policial que visava meios próximos à ETA, a primeira desde o cessar-fogo anunciado pelo grupo.

A operação terá sido ordenada pelo juiz da Audiência Nacional, Fernando Grande-Marlaska.

Seis dos detidos em Navarra são acusados de integrar a organização radical EKIN, considerada parte do grupo terrorista basco.

Entre estas pessoas estava Iker Moreno Ibáñez, filho do ex-dirigente do Batasuna, Txelui Moreno.

Moreno é o porta-voz da denominada Izquierda Abertzale, movimento informal que reagrupou antigos membros do Batasuna, desde que este foi ilegalizado pela justiça espanhola em 2003.

De acordo do os “media” locais, os detidos são acusados de tentar reconstruir a cúpula do EKIN, que foi desmantelada em setembro de 2010, numa operação que resultou em nove detenções.