Última hora

Última hora

Mais 2000 capacetes azuis para a Costa do Marfim

Em leitura:

Mais 2000 capacetes azuis para a Costa do Marfim

Tamanho do texto Aa Aa

Mais 2000 capacetes azuis deverão chegar à Costa do Marfim, até 30 de Junho. Por unanimidade, o Conselho de Segurança das Nações Unidas votou, esta quarta-feira, uma resolução que vai ao encontro do pedido do chefe das forças de manutenção da paz no país. Os capacetes azuis receiam o recrudescimento dos confrontos, cada vez mais violentos, entre as forças leais a Laurent Gbagbo e as forças das Nações Unidas.

Tanto mais que a mediação da União Africana no conflito da Costa do Marfim falhou. O enviado especial da União Africana, o primeiro-ministro queniano, Raila Odinga, reconheceu que os esforços foram em vão: “O tempo para as negociações de um acordo amigável está a esgotar-se. Além disso, a janela de oportunidade para a amnistia vai continuar a fechar-se, se os apoiantes de Laurent Gbagbo continuarem a cometer crimes contra civis e capacetes azuis.”

O presidente deposto, Laurent Gbagbo, recusa-se, desde novembro, a abandonar o poder e mantém o cerco ao Hotel do Golf, quartel-general de Alassana Ouatara. A vitória do rival político nas presidenciais de 28 de novembro foi oficialmente reconhecida pela comunidade internacional.