Última hora

Última hora

Amnistia tunisina abrange igualmente movimento islamita Ennahda

Em leitura:

Amnistia tunisina abrange igualmente movimento islamita Ennahda

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro conselho de ministros do novo governo de transição tunisino reuniu-se esta quinta-feira.

O executivo vai reconhecer todos os partidos e movimentos políticos outrora proibidos e decidiu que a amnistia geral aos presos políticos se aplicará igualmente aos islamitas do Ennahda.

Mas nesta quinta-feira, os tiros voltaram a fazer-se ouvir nas ruas de Tunes. Disparos para o ar, para dispersar a multidão que manifestava, em frente à sede do RCD.

Os manifestantes tunisinos exigem a demissão dos ministros que faziam parte do partido de Ben Ali.

No exterior do edifício, os manifestantes conseguiram fazer cair um dos símbolos da formação política do ex-ditador: a placa onde estava escrito o nome do partido.

Para o ministro do Desenvolvimento, e figura de proa da oposição a Ben Ali, Ahmed Nejib Chebbi, dissolver o partido não faz sentido, explicou o ministro ao enviado da euronews à Tunísia: “A rua pode reclamar o que quiser, mas penso que não devemos satisfazer as suas exigências se elas não forem justas. A dissolução do RCD não é uma exigência judicial, contrariamente à separação entre este partido e o Estado. “