Última hora

Última hora

Exército tenta dispersar manifestação em Tunis

Em leitura:

Exército tenta dispersar manifestação em Tunis

Tamanho do texto Aa Aa

A situação permanece tensa na Tunísia. Esta quinta-feira, o exército disparou para o ar para tentar dispersar uma manifestação à frente da sede do RDC, o partido de Ben Ali, em Tunis. Centenas de pessoas exigiam o afastamento dos oito ministros que transitaram do antigo governo, continuando a ocupar postos chave.

Apesar dos avisos dos soldados, os manifestantes não desmobilizaram e, entre beijos e abraços aos militares, deixaram claro que mantêm com o exército uma relação diferente daquela que têm com a polícia.

Para os tunisinos, a polícia é o símbolo da repressão do regime de Ben Ali, do uso de balas reais e da violência que marcou as precedentes manifestações.

Até agora, a “revolução de jasmim” terá feito pelo menos cem mortos. O país está ainda longe de ser pacífico e os próximos tempos poderão ser difíceis, segundo um antigo membro do governo de Habib Bourguiba.