Última hora

Última hora

Bielorrússia: UE boicota tomada de posse de Lukashenko

Em leitura:

Bielorrússia: UE boicota tomada de posse de Lukashenko

Tamanho do texto Aa Aa

O Presidente da Bielorrússia, Alexandre Lukashenko, foi hoje reconduzido no cargo num momento de fortes tensões políticas com a União Europeia, que boicotou a cerimónia da tomada de posse.

Os embaixadores da União Europeia na Bielorrússia decidiram boicotar a cerimónia para não legitimarem os resultados das presidenciais de 19 de dezembro.

Numa sessão plenária do Parlamento Europeu, os eurodeputados apelaram à adoção de sanções contra Minsk devido à detenção de diversos membros da oposição, entre os quais Andrei Sannikov e a esposa, e ao prosseguimento dos processos judiciais contra os candidatos que o desafiaram Lukashenko nas presidenciais.

No poder desde 1994, Lukashenko foi declarado vencedor das recentes presidenciais, um escrutínio muito contestado pelas capitais ocidentais e que originou protestos sem precedentes no país, que foram duramente reprimidos.