Última hora

Última hora

Oposição ameaça com "revolução à tunisiana"

Em leitura:

Oposição ameaça com "revolução à tunisiana"

Tamanho do texto Aa Aa

A oposição albanesa ameaça com mais protestos apesar da morte de três manifestantes durante uma vaga de contestação contra o governo.

A manifestação tinha sido convocada pela oposição socialista que acusa o executivo de Sali Berisha de corrupção e de não ter sido capaz de convencer a União Europeia a atribuir ao país o estatuto de candidato a membro.

“O que aconteceu ontem foi uma continuação da rebelião de 1997, comunistas frustrados que influenciam uma população frustrada a atos catastróficos como o que vê aqui”, conta um albanês.

“As forças repressivas do governo atuaram de forma exagerada contra os manifestantes e é por essa razão que temos este cenário em Tirana que mais parece Bagdad”, sublinha um residente.

A população saiu às ruas depois de uma televisão privada ter divulgado imagens de um ministro e um deputado a combinarem subornos para a construção de uma central hidroelétrica.

Vinte mil pessoas manifestaram-se para pedirem a demissão do governo. Os protestos causaram três mortos e 55 feridos.

A Albânia tem eleições locais marcadas para 8 de Maio, mas as legislativas só estão previstas para 2013.