Última hora

Última hora

Polícias tunisinos protestam nas ruas

Em leitura:

Polícias tunisinos protestam nas ruas

Tamanho do texto Aa Aa

Na Tunísia, centenas de polícias, que se dizem vítimas do antigo regime do Presidente Ben Ali,

manifestaram-se, este sábado, em Tunes em frente do gabinete do primeiro-ministro.

Os polícias, que em tempos foram o baluarte da elite, juntaram-se à “revolução jasmim”.

Uma revolução que, segundo as Nações Unidas, já provocou mais de cem mortos.

Entretanto, o primeiro-ministro interino Mohamed Ghannouchi, antigo primeiro do governo do Presidente Ben Ali, para tentar acalmar os protestos que se fazem sentir em todo o pais, já anunciou a sua intenção de abandonar o poder.

“Aquilo que me comprometo a fazer, enquanto responsável por este governo provisório, é, após este período de transição, abandonar toda a actividade política”, afirmou Mohamed Ghannouchi.

Desde sexta-feira que polícias se juntaram às manifestações de protesto contra o governo de unidade nacional. Um governo formando essencialmente por figuras do antigo regime.

Os polícias pedem, agora, a criação de um sindicato que os defenda.

“Não temos nada e ainda por cima somos atacados por todos. Procuramos a liberdade mas ainda não somos livres.” considerou um dos policia-manifestnte.

O primeiro-ministro interino, entretanto, já prometeu compensações a todas as famílias de vítimas de abusos de direitos humanos.