Última hora

Última hora

Cavaco Silva re-eleito para segundo mandato

Em leitura:

Cavaco Silva re-eleito para segundo mandato

Tamanho do texto Aa Aa

Resultados oficiais indicam que Cavaco Silva venceu as eleições presidenciais com 52,9% das preferências de voto.
 
Manuel Alegre, o seu opositor mais direto, conseguiu apenas 19,8% dos votos.
 
Tal como já aconteceu no passado, as eleições presidenciais foram marcadas por uma forte abstenção.
 
O valor situou-se nos 53,4% dos eleitores inscritos, a mais elevada de sempre.
 
Nas presidenciais de 2006 abstiveram-se 38,4% dos eleitores.
 
Para além da tradicional baixa afluência que caracteriza as presidenciais, o ato eleitoral deste ano foi igualmente marcado por problemas informáticos.
 
No centro do problema estão os cartões de cidadão e o sistema informático que utiliza o código postal para determinar a mesa de voto do eleitor. O aumento em massa das tentativas de acesso ao sistema informático, em particular ao portal do eleitor e o bloqueio do serviço SMS necessário para obter um novo número de recenseamento eleitoral seriam os principais obstáculos.
 
O problema afetou o desenrolar da votação em todo o país com particular incidência nas zonas de maior densidade populacional.
 
Até às 4 horas da tarde, apenas 35% dos eleitores recenseados tinham votado.
 
Na freguesia de Paranhos, no Porto, a maior do país, a abstenção chegou mesmo aos 50%.
 
O diretor-geral da Administração Interna, Paulo Machado, rejeitou que os problemas informáticos tenham contribuído para o aumento da abstenção.
 
Antes, o porta-voz da Comissão Nacional de Eleições disse que o bloqueio do portal do eleitor e do serviço SMS iria “aumentar com certeza a abstenção”.
 
  João Duarte Ferreira