Última hora

Última hora

Relatório israelita justifica ataque à flotilha

Em leitura:

Relatório israelita justifica ataque à flotilha

Tamanho do texto Aa Aa

Israel mantém firmeza sobre a legalidade do ataque à Frota Internacional perto da Faixa da Gaza. O relatório da comissão de inquérito turca sobre o assalto israelita ao navio de ajuda ao largo de Gaza acusa Israel de um recurso “excessivo” e “desproporcionado” à força, mas em Telavive uma comissão israelita paralela defende a atuação do exército como legal face à tentativa do navio furar o bloqueio imposto a Gaza.

Presidida pelo ex-juiz Yaakov Tirkel, a comissão foi criada em julho do ano passado pelo governo para elucidar a legalidade do ataque.

O primeiro-ministro turco rejeita este relatório e afirma que não tem qualquer credibilidade.

Nove turcos morreram na operação ocorrida a 31 de maio do ano passado em águas internacionais, o que provocou uma grande tensão nas relações entre Israel e Turquia, além de uma onda de críticas internacionais.

Segundo a versão das autoridades israelitas, os soldados usaram armas como defesa dos ataques com facas por militantes pró-palestinianos que estavam a bordo do Mavi Marmara.