Última hora

Última hora

Ucrânia: protestos contra presidente

Em leitura:

Ucrânia: protestos contra presidente

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de seis mil pessoas marcharam este sábado no centro de Kiev para celebrar o “Dia da Unidade” e pedir a demissão do presidente, Viktor Ianukovitch.

A antiga primeira-ministra, Iúlia Timochenko, apelou à união contra os líderes no poder. “Não há ucranianos de Donetsk e Lviv e Kiev e ucranianos da Crimeia. Devem-se esquecer estas expressões. Há simplesmente ucranianos que, hoje, nesta praça, tentam mudar as regras e o modo de vida com o qual não estão satisfeitos”, defendeu Timochenko.

A oposição acusa o presidente ucraniano de submeter-se às ordens do Kremlin e de reprimir os que o contestam. Num relatório publicado há duas semanas, a ONG Freedom House desceu a classificação da Ucrânia de “livre” para “parcialmente livre”.

Além dos protestos, centenas de jovens formaram uma cadeia humana numa ponte de Kiev para celebrar o aniversário da reunificação da Ucrânia há 92 anos.