Última hora

Última hora

Autoridade Palestiniana e Hamas reagem de forma diferente

Em leitura:

Autoridade Palestiniana e Hamas reagem de forma diferente

Tamanho do texto Aa Aa

Foi no Cairo, depois de uma reunião com o presidente Hosni Mubarak que Mahmud Abbas proferiu as primeiras reações aos documentos revelados pela Al jazira.

O presidente da Autoridade Palestiniana acusa a estação do Qatar de querer “criar a confusão” explicando que “foi apresentado um documento como sendo palestiniano, quando, de facto é israelita. Vou dizer com toda a franqueza: não temos nada a esconder e os países árabes sabem isso muito bem”, declarou.

Para o Hamas este episódio é o exemplo de que não se pode confiar nas negociações de paz levadas a cabo pela Autoridade Palestiniana. O porta-voz do movimento que domina a Faixa de Gaza afirma:

“Isto é a confirmação de que a Autoridade Palestiniana está a desistir dos direitos do povo palestiniano sobretudo do direito sobre Jerusalém. Isto é uma prova de que a Autoridade Palestiniana está a enganar os palestinianos e a opinião pública árabe e muçulmana”.

Do lado israelita não houve ainda qualquer reação oficial. Mas as agências internacionais referem que o ministro do Negócios Estrangeiros, o ultranacionalista Avigdor Liberman, terá visto este imbróglio como a validação da sua tese segundo a qual um acordo de paz entre israelitas e palestinianos é simplesmente “impossível”.