Última hora

Última hora

Costa do Marfim: Ouattara proíbe exportação de cacau

Em leitura:

Costa do Marfim: Ouattara proíbe exportação de cacau

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente eleito da Costa do Marfim, Alassane Ouattara, proibiu as exportações de cacau e de café durante um mês.
 
Se a decisão for respeitada, o preço do cacau vai certamente subir nas próximas semanas, já que a Costa do Marfim é o maior exportador mundial.
 
Ouattara pretende assim evitar que Laurent Gbagbo possa financiar o seu governo com os rendimentos do cacau.
 
O homem que perdeu as eleições mantém o braço-de-ferro e nem as ameaças de derrube pela força convencem o seu campo político. O porta-voz do governo de Gbagbo fala de bluff:
“Legalmente, nenhum exército estrangeiro pode atacar a Costa do Marfim, a menos que queira fazer um golpe de força ou uma declaração de guerra à Costa do Marfim. Por isso, não passa de bluff.”
 
Os dirigentes dos países da região demitiram, entretanto, o governador do Banco Central dos Estados da África Ocidental que permitia o acesso de Gbagbo às contas bancárias, apesar do congelamento internacional.
 
O país não consegue sair da crise em que mergulhou depois da eleição presidencial. Alassane Ouattara tenta fazer-se ouvir a partir de um hotel, onde está protegido pelas forças da ONU.