Última hora

Última hora

Tráfico de órgãos: O escândalo que embaraça a comunidade internacional

Em leitura:

Tráfico de órgãos: O escândalo que embaraça a comunidade internacional

Tamanho do texto Aa Aa

A casa dos horrores, chamada Casa Amarela, fica situada na região de Burrel, no norte da Albânia. Terá sido esta a base usada pelos membros do Exército de Libertação do Kosovo, UCK, para o tráfico de órgãos de prisioneiros sérvios. A existência deste local foi evocada pela primeira vez em 2008, pela ex-procuradora do TPI Carla Del Ponte.

Segundo o relatório do Conselho da Europa, os organismos e as forças internacionais fecharam os olhos a diversas violações dos direitos humanos. Acusações reiteradas por diversas pessoas, incluindo uma mulher cujo marido foi raptado perante os olhos de soldados da KFOR.

Um outro caso de tráfico de órgãos no Kosovo é o da clínica Medicus, em Pristina. Atualmente, a missão europeia de polícia e justiça no Kosovo, a Eulex, espera terminar o processo de acusação no início de fevereiro. Um dos suspeitos é Yusuf Sonmez. O médico, já apelidado de “Frankenstein turco”, foi detido em Istambul em meados de janeiro e libertado pouco depois por falta de provas.