Última hora

Última hora

Tunisinos não baixam os braços

Em leitura:

Tunisinos não baixam os braços

Tamanho do texto Aa Aa

Na Tunísia, mantém-se a pressão popular para derrubar o governo.

Esta manhã, os manifestantes voltaram a juntar-se frente ao gabinete do primeiro-ministro. Muitos passaram mesmo uma segunda noite no local, ignorando o recolher obrigatório que continua em vigor.

Diversas fontes falam de uma remodelação governamental iminente. Os tunisinos não estão dispostos a desistir:

“Espero que as manifestações terminem brevemente e que os ministros dêem ao povo o que ele quer”.

“O ditador saiu, mas a sua máquina política continua aqui e todo o resto do seu regime se mantém. Todo o antigo regime tem que sair”.

Face à pressão popular, alguns ministros dizem-se prontos a abandonar o cargo a qualquer momento. Para tentar acalmar os manifestantes o governo de transição anunciou uma ajuda de 260 milhões de euros às regiões rurais mais pobres do país.