Última hora

Última hora

Moscovo de luto e com medo

Em leitura:

Moscovo de luto e com medo

Tamanho do texto Aa Aa

Dia de luto e de recolhimento em Moscovo, esta quinta-feira. Os moscovitas prestam homenagem às vítimas do atentado terrorista de segunda-feira, que fez 35 mortos e mais de 100 feridos no aeroporto de Domodiedovo.

Os habitantes depositaram flores no próprio local do atentado e, na capital russa, as bandeiras estiveram a meia haste.

Os moscovitas têm medo. “Agora é mais difícil. Quando ando de metro, estou sempre a olhar para todos os lados, agora é o mesmo no aeroporto. Começo a pensar: como é que vou viajar? De comboio ou de avião…? É muito stress”, diz um senhor. E uma senhora acrescenta: “Não é só nos aeroportos. Nos transportes públicos em geral – como o metro, onde já houve vários ataques terroristas com vários mortos – a segurança é zero.”

A segurança é a questão principal que se coloca, agora, em Moscovo. A imprensa russa acusa o Serviço Federal de Segurança de inoperância. O serviço terá sido alertado para uma ameaça contra o aeroporto.