Última hora

Última hora

Moscovo de luto enquanto cresce polémica sobre segurança aeroportuária

Em leitura:

Moscovo de luto enquanto cresce polémica sobre segurança aeroportuária

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades de Moscovo declararam para hoje um dia de luto pelas vítimas do atentado no principal aeroporto da capital russa.

As investigações inclinam-se cada vez mais para a pista dos rebeldes do Cáucaso do Norte, enquanto cresce a polémica sobre a suposta falta de segurança no aeroporto de Domodedovo.

O próprio presidente Dmitri Medvedev reconheceu que o sistema estava mergulhado na “anarquia” e ordenou a criação de um método de “controlo total” de passageiros e bagagens nos transportes do país.

As autoridades abriram um inquérito por violação das regras de segurança no aeroporto e Medvedev exigiu demissões no Ministério do Interior e no Serviço Federal de Segurança.

Oposição e “bloggers” criticam a incapacidade do Kremlin para evitar a repetição de ataques terroristas.

Segundo fontes policiais, o atentado que fez 35 mortos e mais de uma centena de feridos foi provavelmente cometido por uma bombista suicida, acompanhada por um cúmplice.

O site russo “Life News” publicou ontem uma foto da cabeça do suposto culpado, encontrada no local.