Última hora

Última hora

Protestos sobem de tom no Egipto

Em leitura:

Protestos sobem de tom no Egipto

Tamanho do texto Aa Aa

É a maior manifestação de sempre contra o regime de Hosni Mubarak.

Estas são as últimas imagens dos protestos desta sexta-feira onde marcam presença milhares de pessoas.

A polícia está a usar gás lacrimogéneo e balas de borracha para dispersar os manifestantes que se concentraram em várias cidades do país.

“Fora Mubarak” são algumas das palavras mais ouvidas.

Nos protestos participa o reformista Mohamed ElBaradei. Mas os movimentos do ex-diretor da Agência Internacional de Energia Atómica e Nobel da Paz em 2005, estão a ser condicionados pela polícia.

O opositor ao regime, recém-chegado ao Egipto, defende que é tempo de Mubarak abandonar o poder e mostra-se disponível para liderar a transição política no país.

No Cairo, os centenas de manifestantes foram impedidos de avançar em direção ao palácio presidencial.

O ministério do Interior prometeu tomar medidas contra todos os que contestarem o poder do presidente.

A revolta nas ruas impulsionada pelos movimentos juvenis e associações de defesa dos direitos humanos reclama reformas e democracia.

Nos últimos dias, vários elementos da oposição ao regime foram detidos. Pelo menos sete pessoas morreram e centenas ficaram feridas.