Última hora

Última hora

Irão: Moussavi tenta reacender chama da contestação

Em leitura:

Irão: Moussavi tenta reacender chama da contestação

Tamanho do texto Aa Aa

O líder da oposição iraniano, Mir Hussein Moussavi, compara a onda de contestação no Egito e na Tunísia aos protestos em Teerão, em 2009.

O então candidato às presidenciais do Irão diz que “a cólera dos manifestantes” se deve à ineficácia, corrupção e autoritarismo dos governos em causa.

As declarações são vistas por muitos como uma tentativa para reacender a chama da contestação do povo iraniano.

As relações entre Irão e Egito – país aliado dos Estados Unidos – estão cortadas desde a Revolução Islâmica. Não será, por isso, de estranhar que em Teerão muitos tenham dado eco à posição do regime, e exigido a demissão de Hosni Mubarak.