Última hora

Em leitura:

Egito: Milhares respondem ao apelo da oposição


Egipto

Egito: Milhares respondem ao apelo da oposição

No Cairo, a praça Tahrir é palco da maior manifestação contra o regime de Hosni Mubarak alguma vez realizada no Egito.

No auge dos protestos que começaram há uma semana, muitos milhares de pessoas responderam ao apelo da oposição para a “marcha de um milhão”.

Um Comité Nacional que integra a Irmandade Muçulmana, a maior força da oposição, a Associação Nacional para a Mudança, de Mohamed ElBaradei e vários partidos e individualidades, fez saber que não haverá negociações enquanto Mubarak não abdicar e sair do país.

Segundo ElBaradei, recentemente regressado do exílio para participar ativamente nos movimentos de contestação, Mubarak deverá partir antes de sexta-feira, para que não haja mais sangue derramado em terra egípcia. Uma alusão clara aos confrontos que já fizeram cerca de 300 mortos, segundo informações não confirmadas citadas pelas Nações Unidas.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Antoine Sfeir: A Irmandade Muçulmana é a Espada de Dâmocles dos ocidentais no Egito