Última hora

Última hora

Protestos levam a remodelação governamental de urgência na Jordânia

Em leitura:

Protestos levam a remodelação governamental de urgência na Jordânia

Tamanho do texto Aa Aa

Uma remodelação governamental de urgência e a título preventivo para a monarquia jordana.

Depois de semanas de protestos contra o aumento dos preços e a corrupção, o rei Abdullah decidiu demitir o chefe de Estado, nomeando Marouf Bakhit para o cargo.

Uma escolha condenada já pela oposição que convocou uma nova marcha de protesto para a próxima sexta-feira em Amã.

O novo primeiro-ministro tinha já ocupado o mesmo cargo em 2007, depois de ter sido embaixador em Israel, e é apontado pelos partidos da oposição jordana como “um homem do sistema”.

Os dois partidos da oposição estão na origem das manifestações que nas últimas semanas juntaram centenas de pessoas na capital para gritar palavras de ordem contra o governo.