Última hora

Última hora

UE pede ação a Mubarak

Em leitura:

UE pede ação a Mubarak

Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia pede a Hosni Mubarak que passe das palavras aos atos.

Reunidos em Bruxelas, os ministros dos Negócios Estrangeiros exortaram o presidente egípcio a tomar medidas concretas, em prol da democracia no país.

E numa declaração comum, reconheceram como legitimas as aspirações da população:

“Consideramos que o povo deve ser ouvido e que é necessário dar uma resposta, o quanto antes, às reivindicações da população” Catherine Ashton, chefe da diplomacia europeia.

O ministro dos Negócios Estrangeiros alemã, Guido Westerwelle sublinha que “é muito importante que este seja um processo democrático. O que nós não queremos é que forças radicais tirem partido desta situação. Por isso, temos de ser cuidadosos.”

O ministro dos Negócios Estrangeiros português apela a um debate profundo sobre a situação no Egipto e noutros países árabes para evitar, no futuro, incoerências por parte da União Europeia.

Euronews: “Deve Mubarak partir ou ficar? O povo egípcio tem uma resposta clara para esta questão, ao contrário dos ministros dos Negócios Estrangeiros da União Europeia. Na verdade, eles não têm uma posição em comum. Alguns defendem que Mubarak deve ficar, pelo menos, até às próximas eleições livres. Quando? Ninguém sabe. Outros consideram que deve demitir-se e abandonar o poder o quanto antes.”