Última hora

Última hora

Iemenitas pedem o fim do regime

Em leitura:

Iemenitas pedem o fim do regime

Tamanho do texto Aa Aa

Dia da ira no Iémen leva às ruas partidários e opositores do presidente Abdallah Saleh no poder há 32 anos.

Dezenas de milhares de pessoas manifestaram-se em Sana para reclamar reformas democráticas.

Nas ruas surgiram manifestantes anti e pró regime à semelhança do que se passa no Egito, mas em Sanna os protestos decorrem separadamente e com menos violência entre os participantes.

“Queremos reformas, queremos reformas políticas e promessas honestas. Queremos estabilidade e queremos liberdade. Queremos a lei islâmica e se o regime não está preparado para isso deve partir” diz um manifestante.

As duas manifestações decorreram de forma calma, cada uma das partes mobilizou os seus partidários em dois locais distintos: na praça Al-Tahrir (da Libertação) para o partido no poder e perto da Universidade de Sana, na zona oeste da capital, para a oposição.

“Nós apelamos à oposição para evitar a destruição e a matança e que sejamos um único povo iemenita”, diz outro manifestante.

Os protestos eclodiram depois do presidente ter anunciado que deixaria o poder apenas em 2013.