Última hora

Última hora

Egito: Oposição quer levar caso ao TPI

Em leitura:

Egito: Oposição quer levar caso ao TPI

Tamanho do texto Aa Aa

Acusado de ter falsificado assinaturas para registar o partido liberal El- Ghad, Ayman Nour, um dos rostos da oposição egípcia, falou com a Euronews.

Euronews: A dissolução da Assembleia Nacional poderia ser a solução para sair da crise?

Ayman Nour: “O verdadeiro problema prende-se com a vontade política. Se dissolvermos o Parlamento será que o regime vai estabelecer um Parlamento democraticamente eleito ou não? As fraudes eleitorais no Egito tornaram-se uma tradição e estão, fortemente, ligadas ao regime. Um regime que sempre falsificou os votos.”

Euronews: Como é que o partido El Ghad está a reagir ao que aconteceu na praça Tahrir?

Ayman Nour: “Estamos conscientes da gravidade do que aconteceu no local. Por isso, estou vamos recorrer ao Tribunal Penal Internacional para que possa julgar os criminosos que mataram inocentes e dispararam sobre as pessoas sem qualquer razão. São um bando de criminosos que pertencem ao regime e esta ligação constitui por si só um crime”