Última hora

Última hora

Sérvios cansados de ter os bolsos vazios

Em leitura:

Sérvios cansados de ter os bolsos vazios

Tamanho do texto Aa Aa

Olhar para as montras é a única solução para muitos sérvios.

À taxa de desemprego na ordem dos 27% somam-se os salários que, em média, não chegam aos 400 euros mensais.

A promessa de integração na União Europeia continua por cumprir e a esperança deu lugar ao desespero:

“A pobreza é o grande problema. A situação é, particularmente, difícil para os mais jovens. Os mais velhos, como nós, estão habituados porque sempre foi assim. Mas a vida dos jovens é muito complicada” afirma uma mulher.

“É terrível. Estão oito graus abaixo de zero. Trabalhamos e não ganhamos nada. Apenas 500 pessoas vêm, em média, fazer compras aqui e olhe à sua volta, as lojas estão vazias” refere um homem.

Este sábado, milhares de pessoas saíram à rua para exigir eleições antecipadas e melhores condições de vida.

A oposição promete voltar à carga dentro de dois meses caso o governo não dê ouvidos às reivindicações.

A manifestação, a maior no país desde 2008, terá reunido, em Belgrado, cerca de 70 mil pessoas.